Fenaj, ANJ e Abert debatem diploma de Jornalismo em audiência na Câmara

Em audiência pública realizada na manhã desta quinta-feira (15/10) na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o presidente da Federação Nacional dos Jornalistas, Sérgio Murillo de Andrade, defendeu a aprovação da Proposta de Emenda a Constituição que restabelece a obrigatoriedade do diploma de Jornalismo para o exercício da profissão.
“Para o bem da sociedade, o jornalismo deve ser exercido por quem se habilita, por quem investe na sua formação em uma escola reconhecida pelo governo federal”, afirmou.
Por outro lado, representantes da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert) e da Associação Nacional de Jornais (ANJ) criticaram a PEC e defenderam a decisão do Supremo Tribunal Federal, que considerou a exigência da graduação inconstitucional.
“O que se quer nessa PEC é se criar uma restrição, uma limitação a mais a uma cláusula pétrea de nossa Constituição”, afirmou Rodrigo Kaufmann, representante da Abert.
O relator da PEC na comissão, deputado Maurício Rands, já
se posicionou a favor da aprovação do texto. A expectativa é que a proposta seja votada na próxima reunião da comissão, que acontece na semana que vem.
Com informações do site Último Segundo.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s