ANJ e Fenaj criticam declaração de ministro sobre imprensa e jornalistas

A Associação Nacional de Jornais e a Federação Nacional de Jornalistas criticaram o ministro da Cultura, Juca Ferreira, que acusou, na quarta-feira (25/11), os jornalistas de mentir. Ele se revoltou ao ver na imprensa informações sobre a produção de um folheto pela sua pasta que estimularia o voto em parlamentares ligados ao setor.
“Repórteres são remunerados para apurar e investigar notícias, em busca de informações, a serviço da sociedade. Nos surpreende a declaração de uma autoridade que está à frente da pasta da Cultura”, disse o diretor-executivo da ANJ, Ricardo Pedreira.
Sérgio Murillo de Andrade, da Fenaj, disse estar indignado com as declarações de Juca Ferreira e exigiu que ele se desculpe com os jornalistas e a imprensa enquanto instituição. “Acredito que a frase, absolutamente infeliz, é fruto de um momento de tensão, mas ofende a toda uma categoria. Acho que uma retratação do ministro colocaria a questão na dimensão que ela realmente tem”, declarou.
“Não acredito em pessoas que não têm capacidade de se indignar. Vocês recebem (dinheiro) para escrever mentira”, acusou o ministro.
Ferreira explicou que o folder, intitulado “Vota Cultura”, foi feito com o intuito de divulgar projetos no setor. “O folder apresenta oito projetos estratégicos dessa frente. Não tem nada ilegítimo. A Câmara não tinha tempo para publicar o folder, a frente nos pediu e nós fizemos”.
Com informações de O Estado de S. Paulo.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s