Editorial da Jovem Pan critica “devassidão” das novelas

A Rádio Jovem Pan publicou um editorial em seu site em que critica as novelas do horário nobre por não retratarem a realidade brasileira e por exibirem cenas de “devassidão”. O texto foi publicado no dia 27/01.
“A liberdade de expressão passa por desvios escabrosos no mundo moderno. Enquanto em países como a Venezuela se lacram canais de televisão, aqui entre nós a disputa de audiência coloca no ar uma libertinagem que agride a família brasileira. A devassidão está escancarada nas novelas…”.
De acordo com a emissora, a infidelidade conjugal e a desvalorização da mulher são os pontos mais críticos das novelas. “A fidelidade morreu. A mulher se transformou em objeto. Aqui, em cena de café da manhã, a filha sai do quarto com o namorado e se assenta à mesa, na mais absoluta naturalidade. Ali, na outra cena, amigas planejam outro lance de traição e torpeza”.
O editorial também diz que as novelas não retratam a realidade do Brasil ao mostrar personagens que não trabalham, nem têm outras atividades. “A rigor, todos os personagens são levianos, ninguém trabalha, e é isso que destoa da realidade brasileira. O Brasil não é isso (…) Nisso, a novela presta um desserviço à nacionalidade, até porque, sendo bem feita como é, a peça vai correr mundo e mostrar uma imagem deformada da mulher brasileira que, na verdade, é uma trabalhadora voraz …”.
O texto conclui que não pretende limitar a liberdade de expressão, mas que se trata de uma questão de cidadania. “Não se trata, como pode parecer, de rasurar, na sua essência, a liberdade de expressão. Nada disso. É uma questão de cidadania. É uma questão de civilização. É uma questão da televisão brasileira”.
Mesmo sem citar nomes, o editorial leva a crer que a novela em questão é a global “Viver a Vida”. Procurada pela reportagem da Folha de S. Paulo, a Central Globo de Comunicação afirmou que “a novela é uma obra de ficção, que não tem compromisso com a realidade”. A emissora defendeu que a função das novelas é entreter com os dilemas do cotidiano, e tem “convicção de que a abordagem de temas de interesse social nas novelas contribui com a mobilização da sociedade”.
Com informações da Folha de S. Paulo.


Fonte: htp://www.comunique-se.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s