Atenção moçoilas… Como conseguir um namoro pela internet

Foi-se o tempo em que a internet era um meio obscuro e repleto de seres misteriosos, que se escondiam por trás de apelidos enigmáticos. Naquele tempo, não muito remoto, marcar encontros com pessoas conhecidas em chats era uma temeridade. Mas, com o advento das redes sociais, cada vez mais, o mundo virtual passou a se misturar e retratar o mundo real, com gente de verdade, usando seus nomes e fotos de verdade. Algo como um barzinho ou uma boate, só que sem a presença física dos frequentadores e sem o chopinho ou a música para dançar.

Não que, hoje em dia, você possa travar contatos com alguém numa rede social, ou até mesmo num site especializado em relacionamentos, sem tomar algumas precauções antes de marcar um encontro real. Gente mal intencionada existe em qualquer meio, real ou virtual, e todo cuidado é pouco. Mas as possibilidades de você conhecer alguém bacana, ou até mesmo o amor da sua vida, aumentaram exponencialmente. E podem acontecer de forma bem mais segura, atualmente.


Longe de qualquer intenção de bancar o cupido, resolvemos reunir algumas dicas sobre como começar um relacionamento pela internet. Não espere uma fórmula matemática, pois, no jogo do amor, nem sempre 1 + 1 = 2. Mas, se este texto ajudar ao menos um pé cansado encontrar aquele chinelo velho, já terá valido a pena, não?
Onde conhecer as pessoas?
● Sites de relacionamento: tornaram-se produtos rentáveis para quem os faz e veículos, de certa forma, seguros para se conhecer pessoas reais, uma vez que quem assina planos pagos e tem todo o trabalho de preencher os cadastros, na maioria das vezes, realmente pode ter o real interesse de conseguir um relacionamento sério;

● Orkut: comunidades sérias, onde rolam discussões construtivas, podem ser bons espaços para você conhecer novas pessoas. E a grande vantagem é que, ao frequentar tópicos de comunidades, geralmente, você vai conversar com pessoas com interesses parecidos com os seus. Caso alguém chama a sua atenção, procure conversar nos tópicos, ganhe a confiança e adicione a pessoa como amigo(a). Uma vez feito isso, se a pessoa aceitar, não sinta vergonha de fuxicar o perfil dela. Se vocês, neste ponto, já estão conectados, o que não estiver bloqueado no perfil da pessoa está lá para ser visto. Além disso, procure ver como a pessoa interage com os amigos. É sempre uma boa forma de conhecê-la melhor e ver com que tipo de gente você está lidando;

● Facebook: é a rede social que mais cresce no Brasil e, por ser mais clean e organizada que o Orkut, reúne pessoas que buscam interações mais sérias, reais, e não usam a ferramenta apenas para divulgar orações, shows e mensagens de sabedoria como muito acontece nos scrapbooks da rede social do Google. Além disso, o Facebook costuma destacar bem as pessoas que te ligam àquela de seu interesse. Se vocês já tiverem um ou mais amigos em comum, não deixa de ser uma forma de conseguir um atalho, não é, mesmo?;

● Twitter: não é, exatamente, uma rede social, pois as pessoas não se seguem mutuamente. Muitas vezes, você segue alguém que admira muito, mas essa pessoa nem sabe da sua existência, principalmente se tiver um número de seguidores razoável, acima de 1.000, por exemplo. Mas nada disso impede que você trave um contato. Se a pessoa não te segue, você não pode mandar as chamadas “direct messagens”, mas pode começar a interagir aos poucos, comentar os tweets, dar RTs. Enfim, tentar se fazer presente na seção de “mentions” da pessoa pela qual você se interessou. Se isso for feito com calma, num intervalo de tempo em que a pessoa não se canse de você e perceba sua simpatia, uma amizade com chance de algo a mais sempre pode surgir.
Quando marcar o encontro?
● Procure falar apenas coisas verdadeiras a seu respeito, mas, até para sua segurança, sem revelar muito, especialmente coisas muito pessoais. Desta forma, você estará preparando o terreno para um encontro na vida real e não criará grandes expectativas na pessoa, podendo surpreender positivamente quando o encontro efetivamente acontecer.

● Você já bateu altos papos pelas redes sociais ou por e-mail? Já deu aquela bela fuxicada em todos os perfis da pessoa? Acha que está na hora de marcar um encontro? Talvez, ainda não. Que tal conversar um pouco mais? Como? Por telefone!;

● Troque números de telefones com a pessoa. Mesmo que seja sua a iniciativa de ligar, é importante que você tenha o número da pessoa. Não aceite que só ela tenha o seu, ainda mais se ela te ligar apenas de números restritos, não identificados pela bina do celular. Isso pode não ser um bom sinal;

● Procure ouvir bem a voz da pessoa, diversifique os assuntos. De repente, essa conversa por telefone pode te desagradar de tal forma que você vai desistir da pessoa. Esgote todas as possibilidades antes de encontrar a pessoa ao vivo. Atitudes impulsivas podem até dar certo, mas são boas as chances de dar errado, pois a maioria não é completamente verdadeira em papos virtuais. Nada substituiu o olho no olho.
Chegou a hora do encontro. Mas tome muito cuidado! Siga algumas dicas de segurança importantes:

● Por mais que o papo por e-mail, pelas redes sociais e pelo telefone esteja muito agradável, evite sair à noite com a pessoa pela primeira vez. Se vocês já estiverem num nível de ‘namoro virtual”, procure marcar algo durante o dia e num local bem público e com segurança, como um shopping, por exemplo;

● Ao marcar o encontro, chegue no local e vá embora por conta própria, por mais que tudo tenha ido maravilhosamente bem. Lembre-se que você não sabe muita coisa a respeito dessa pessoa, além do que ela te fala;

● Leve consigo um celular carregado para o encontro, para o caso de ter qualquer emergência. E deixe sempre uma ou mais pessoas, de preferência amigos próximos, informadas sobre onde e com quem você está. Se possível, ligue peça para este amigo ou amiga te ligar num horário em que você esteja no meio do encontro e fale, em alto e bom som, que está com “a tal pessoa que você comentou”. Se a pessoa tiver más intenções, isso já pode servir como intimidação;

● No início, não marque encontros em seus locais preferidos. Se o lance não der certo, pode acontecer de você deixar de ir nesses lugares para evitar de encontrar, de forma indesejada, essa pessoa;

● Caso tudo saia bem no primeiro encontro, procure ter essa mesma cautela nos próximos, pelo menos até que alguém próximo de você conheça a pessoa. Novamente: todo cuidado é pouco!

 

Fonte: TechTudo
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s