COMUNICANDO Wikipass quer integrar todas redes sociais

Um agregador de redes sociais, chats e contas de e-mail criado por gaúchos quer alcançar a popularidade do HootSuite, serviço especializado em gestão de redes com funções semelhantes.
Diego Boufleur, diretor executivo da Wikipass. Foto: divulgação

Wikipass permite que com um cadastro o usuário visualize em uma única tela, simultaneamente, as interfaces e os conteúdos de diferentes mídias sociais.

Lançada há 30 dias, sob o lema “Rock your networks”, a ferramenta gratuita dáacesso a endereços como o Facebook, Orkut, Twitter e Linkedin, além das contas de e-mail do Hotmail, Gmail e Yahoo. Em breve, devem ser integrados YouTube e Google+.

A ideia de um projeto que possa unir os principais seviços de comunicação surgiu em 2010, quando um dos idealizadores do site e diretor executivo, Diego Boufleur, constatou que os relacionamentos tornaram-se mais complexos com o crescimento e a popularização das redes sociais.

Há 20 anos atuando em empresas de informática (13 deles em diversos cargos na Focco, incluindo diretor de Produto e Tecnologia), o empreendedor começou a elaborar o projeto em 2011 juntamente com Cintia Schoeninger, oriunda da TI, e Cleiton Pompeu Curzel, que tem experiência na área comercial.

A equipe de cinco pessoas colocou no ar um site que eles definem como “simples”, mas com a pretensão de otimizar o acesso e o controle de relacionamentos da vida digital das pessoas.

Na primeira semana de fevereiro, deve ser lançada um app voltado para smartphones com o sistema iOS e, em seguida, para Android.

Disponível em português, espanhol e inglês, para criar a plataforma já foram investidos cerca de R$ 600 mil dos sócios  e de um parceiro não revelado.

Na comparação com o canadense HootSuite, Boufleur considera que o Wikipass leva vantagem, pois proporciona a postagem sincronizada de conteúdos em todas as redes sociais em que estiver conectado.

Por isso, a  meta é alcançar 1 milhão de usuário até o final do ano no mundo todo. Para atingir o objetivo, o site utiliza as redes sociais e vídeos virais.

“Estamos buscando um aporte, pois com a ajuda de um parceiro podemos prospectar. Queremos construir um público em 14 países”, afirma o empreendedor.

Também há a opção de criar lembretes em forma de pinboard, que podem ser cadastrados para serem enviados para o e-mail na data marcada.

Para as empresas, o HootSuite oferece relatórios sobre o nível de engajamento de seus fãs e seguidores em um serviço pago – o pacote PRO custa US$ 9,99 por mês. O Wikipass pretende seguir este caminho.

“Não queremos e nunca iremos cobrar pelo uso do agregador, mas temos o objetivo de criar outros produtos mais gerenciais e comerciais”, revela.

Sem estabelecer uma data, o diretor afirma que ainda este ano será lançado uma opção de gerenciamento com alto volume de relatórios que deve custar R$ 10 mensal.

Boufleur avalia que o serviço tem agradado aos mais de mil cadastrados até agora. “A ideia não é substituir o uso direto das redes sociais, mas sim ser um painel de controle e apenas facilitar a vida”, resume.

onte: Mundo Marketing
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s